Temporão fica

Estadão

02 Março 2010 | 15h35

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão (PMDB), afirmou na última segunda em São Paulo que não vai se desligar do cargo para concorrer a deputado federal pelo Rio de Janeiro.

“Eu fico até o final do governo, foi decidido”, anunciou o ministro após abrir seminários sobre o Complexo Industrial da Saúde, promovido pelo jornal Valor Econômico na capital paulista.

Em Brasília, desde o fim do ano passado, falava-se na possível candidatura do ministro, que já viu o cargo ameaçado por causa de pressões do próprio partido por mais espaço no ministério durante sua gestão.

O ministro e seu secretário de Ciência e Tecnologia, Reinaldo Guimarães, voltaram a defender uma série de medidas para fortalecer o complexo industrial da saúde nacional, entre elas mudanças na lei de licitações para que se dê preferência a medicamentos brasileiros nas compras públicas. Um projeto com essas alterações e que também prevê beneficiar os setores de Energia e Defesa já está em avaliação na casa Civil. Também defenderam a participação do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) no fortalecimento e fusões de empresas farmacêuticas nacionais.