USP procura voluntários para teste com derivado da maconha
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

USP procura voluntários para teste com derivado da maconha

Objetivo de pesquisa é analisar efeitos da substância para tratamento de depressão

Júlia Marques

04 Abril 2017 | 17h29

Por Rene Moreira, especial para O Estado

Pesquisadores da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP precisam de voluntários para estudar o efeito do canabidiol, substância extraída da maconha, em pacientes com Transtorno Depressivo Maior.

Para participar, os interessados devem apresentar depressão, ter entre 20 e 60 anos de idade e índice de massa corporal entre 18 e 30 kg/m² (dividir o peso pelo quadrado da altura). Não devem estar usando medicamentos, como antidepressivos ou calmantes, por duas semanas. Também não podem usar drogas ilícitas, ser fumantes, estar grávida, usar aparelhos dentais ou implantes de metais no corpo.


O voluntário será ressarcido com R$ 50 em cada dia de teste. O participante passará por exame de urina, avaliação psicológica, tarefa de reconhecimento de expressões faciais de emoções, ressonância magnética e coleta de sangue.

O estudo é de responsabilidade da pesquisadora Luana Gonçalves Zamarrenho, do Programa de Saúde Mental. As inscrições devem ser feitas pelos e-mails: luanagz.bio@gmail.com ou luana.gz@usp.br.

Mais conteúdo sobre:

MaconhaUSPCanabidiolRibeirão Preto
0 Comentários