Agência Espacial divulga imagens de rios de lava extintos em Marte

As formações provêm de vulcões que estiveram ativos há dezenas de milhões de anos

EFE

06 Março 2014 | 16h32

PARIS - A Agência Espacial Europeia (ESA) divulgou nesta quinta-feira, 6, fotografias de rios de lava extintos em Marte que provêm de vulcões que estiveram ativos há dezenas de milhões de anos.

As imagens, tiradas em novembro de 2013 pela sonda Marss Express, correspondem à região Tharsis Montes do planeta vermelho, onde se encontram seus maiores vulcões.

"Acredita-se que a região vulcânica esteve ativa há dezenas de milhões de anos, relativamente recente na escala geológica do planeta" de 4,6 milhões de anos, indicou a ESA em um comunicado.

A maior das cratera que podem ser observadas nas imagens, o Misttreta, tem diâmetro de 16,5 quilômetros e ficou rodeada por um mar de lava.

Os cientistas acreditam que a primeira das erupções que deram lugar a estes rios de lava aconteceu por um movimento de placas tectônicas.

Mais conteúdo sobre:
Marte rios vulcão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.