Álcool gel deve ter registro e não é recomendado para limpeza

Produto precisa ter concentração mínima de 70% de álcool para ser eficaz contra o vírus da gripe suína

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

20 Agosto 2009 | 15h10

O álcool na forma de gel deve ter registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e não é recomendado para a limpeza de superfícies. A recomendação é da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná, segundo informações da Agência Estadual de Notícias.

 

Veja também:

link Gripe: vacinas encomendadas passam de 1 bi, diz OMS

link Companhia chinesa anuncia vacina de dose única para H1N1

 

De acordo com a chefe da divisão de Vigilância Sanitária, Jussara de Fátima Serrato dos Santos, a população deve procurar produtos legalizados e registrados no Ministério da Saúde. "É importante que o consumidor preste atenção no rótulo. Ele deve trazer informações sobre o produto, data de fabricação e validade, composição, conteúdo, modo de usar e precauções", explicou.

 

A Secretaria Estadual da Saúde orienta, por meio de suas regionais em todo Paraná, que as divisões municipais de vigilância sanitária apreendam álcool em gel comercializado de forma irregular ou duvidosa. Produtos sem registro na Anvisa e sem controle de fabricação não só causam danos aos usuários, como não combatem o vírus da nova gripe.

 

No caso de álcool manipulado, a atenção é para o estabelecimento escolhido. Jussara alerta para a necessidade da licença sanitária, que garante que a farmácia cumpre boas práticas de higiene e conta com profissional capacitado.

 

Ela lembra que, para ser eficaz contra vírus e bactérias, o produto deve ter concentração de 70% de álcool. Somente neste porcentual ele consegue atravessar a membrana de vírus e bactérias. Na falta de álcool em gel, ou líquido, lavar bem as mãos com água e sabão funciona.

 

"Não é preciso pagar caro pelo álcool em gel. Ele é uma alternativa para aquelas pessoas que não têm como lavar as mãos. É mais prático porque pode ser levado em um pote pequeno. Mas, não é a única medida de prevenir a nova gripe e deve ser usado em conjunto com bons hábitos de higiene", destaca.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína álcool gel eficácia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.