Sérgio Castro/AE
Sérgio Castro/AE

Ambulâncias do Samu vão ter aparelho de eletrocardiograma

Hospitais receberão informações cardíacas dos pacientes nos primeiros minutos do atendimento emergencial

Agência Brasil,

28 Janeiro 2010 | 10h52

Até o fim do ano, todas as ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) receberão um aparelho digital de eletrocardiograma e um software de telecomunicação que vai permitir o envio de informações cardíacas dos pacientes nos primeiros minutos do atendimento a uma equipe no hospital.

 

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, explicou que as informações serão passadas via celular ainda da casa do paciente. A equipe do hospital vai analisar se o caso é de enfarte e indicar o tratamento necessário. Esse procedimento, segundo Temporão, demora cerca de cinco minutos. "Nos casos de enfarte agudo do miocárdio, 50% dos óbitos ocorrem nas duas primeiras horas. Com essa estratégia, poderemos reduzir em 20% esse número", disse.

 

O treinamento da equipe que vai usar os aparelhos será feito pelo Hospital do Coração de São Paulo. A unidade está investindo cerca de R$ 6 milhões nessa primeira etapa. A parceria faz parte da política dos hospitais de excelência de receberem renúncia fiscal de filantropia ao investirem em educação e treinamento de hospitais, informou o ministro.

Mais conteúdo sobre:
ambulancia Samu eletrocardiograma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.