Anvisa determina suspensão de dois antibióticos

Em um deles, ingrediente e a forma de sintetização do medicamento estavam em desacordo com o que havia determinado a agência

Lígia Formenti, O Estado de S. Paulo

04 Fevereiro 2015 | 20h01

BRASÍLIA - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta quarta-feira, 4, a suspensão da fabricação, venda e distribuição de dois antibióticos produzidos pela EMS, por descumprimento de regras sanitárias. Os produtos atingidos pela determinação são Amoxicilina + Clavulanato de Potássio 50 Mg/ML + 12,5 Mg/ML Pó Para Suspensão Oral e a Rifamicina 10 Mg/ML Solução Tópica Spray. 

No caso da Amoxiciclina com Clavulanato de Potássio, a equipe da Anvisa identificou que um dos ingredientes usados na fabricação do medicamento estava em desacordo com o que havia sido determinado pela agência. A forma de sintetização do remédio também era diferente da que havia sido autorizado. As mudanças, de acordo com a agência, podem levar a alterações no resultado final do produto. 

A Rifamicina 10 Mg/ML Solução Tópica Spray teve a sua fabricação suspensa depois de se constatar que o laboratório aumentou o tamanho do lote em 10 vezes sem aprovação da Anvisa. Procurada, a EMS não se manifestou até as 19h30.

Mais conteúdo sobre:
Anvisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.