Paulo Pinto|Estadão
Paulo Pinto|Estadão

Anvisa estuda rótulos com alerta para ingredientes que fazem mal à saúde

Agência planeja utilizar sistema de semáforo e octógonos para advertir sobre componentes em excesso

Paula Felix, O Estado de S. Paulo

23 Agosto 2017 | 09h51

SÃO PAULO - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estuda uma nova mudança nos rótulos dos produtos alimentícios para advertir sobre a presença de ingredientes em excesso e que podem fazer mal à saúde. A agência planeja utilizar o sistema de semáforo e octógonos para destacar a presença desses componentes e atrair a atenção do consumidor.

A ideia foi debatida na última segunda-feira, 21, em reunião de um grupo de trabalho criado em 2014 para apresentar propostas para solucionar a questão da informação nutricional no País.

Segundo a Anvisa, o grupo analisou estudos científicos que apontam que a tabela nutricional presente nos produtos "é de difícil compreensão e pouco utilizada pelos consumidores".

Ainda de acordo com a agência, o formato dessas tabelas é pouco atraente e "exige esforço do consumidor, conhecimento nutricional e tempo para ser entendida e utilizada".

A Anvisa informou que as propostas discutidas ainda serão refinadas e, só depois, será dado início ao processo de regulação. Deve ser realizada uma consulta pública sobre o tema.

Rótulo. Recentemente, a Anvisa realizou duas alterações nas informações contidas nos rótulos dos alimentos comercializados no Brasil.

A partir de junho de 2016, a indústria passou a ter a obrigação de informar a presença de alimentos alergênicos, como trigo, crustáceos, ovo, amendoim, soja, castanhas e látex natural.

Neste ano, ficou determinado que os fabricantes precisam informar a presença de lactose nos produtos. A indústria terá dois anos para se adequar à norma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.