Luciana Cristhovam/Estadão
Luciana Cristhovam/Estadão

Pelo de roedor faz Anvisa proibir venda de extrato de tomate de 5 marcas

Punição às empresas que fabricam Amorita, Predilecta, Aro, Elefante e Pomarola (esta última, de molho) se deu com base em laudos que detectaram matéria estranha indicativa de risco à saúde acima do limite máximo de tolerância pela lei

Luci Ribeiro, O Estado de S. Paulo

28 Julho 2016 | 12h12

BRASÍLIA - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a comercialização e a distribuição de quatro lotes de extrato de tomate das marcas Amorita, Predilecta, Aro e Elefante, além de um lote de molho de tomate tradicional da marca Pomarola. A punição às cinco marcas se deu com base em laudos que detectaram matéria estranha indicativa de risco à saúde humana - pelo de roedor - acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente. As empresas terão de recolher os estoques dos produtos existentes no mercado. 

As decisões da Anvisa estão publicadas em resoluções no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 28. A primeira se refere ao lote L 076 M2P, com validade de 1º de abril, do extrato de tomate Amorita, fabricado por Stella D'Oro. A segunda, ao extrato de tomate Predilecta, lote 213 23IE e validade março de 2017. A terceira trata do molho de tomate tradicional Pomarola lote 030903, com validade 31 de agosto de 2017, e também do extrato de tomate Elefante lote 032502, com validade 18 de agosto de 2017.

As empresas não se manifestaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.