Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Anvisa proíbe venda de composto de fibras e de farinha de linhaça

Órgão proibiu fabricação, distribuição e comercialização de produtos da marca Belly Shape por ausência de registro sanitário e outros

O Estado de S. Paulo

03 Agosto 2015 | 20h40

BRASÍLIA - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a fabricação, distribuição e comercialização dos lotes do produto Composto de Fibras Naturais Psyllium e Farinha de Linhaça Dourada, da marca Belly Shape, fabricado por PHZ Indústria e Comércio de Produtos Naturais Ltda.

A medida foi publicada em uma resolução no Diário Oficial da União nesta segunda-feira, 3.

De acordo com o texto, laudo emitido pelo Laboratório Central Noel Nutels apresentou resultado insatisfatório por ausência de registro sanitário junto à Anvisa e rotulagem em desacordo com a legislação. A resolução entrou em vigor nesta segunda-feira.

A empresa PHZ Indústria e Comércio de Produtos Naturais Ltda não foi localizada para comentar a resolução. / COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA BRASIL

Mais conteúdo sobre:
Linhaça Anvisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.