Heinz-Peter Bader/Reuters
Heinz-Peter Bader/Reuters

Austríaco que amputou os dois braços testa próteses de última geração

Sistema conecta nervos residuais do cérebro ao equipamento e é capaz de recuperar movimentos

Reuters

06 Julho 2010 | 13h35

O austríaco Christian Kandlbauer, de 22 anos, que teve dois braços amputados em um acidente em 2005, testa duas próteses de última geração, que se baseiam no processo de reinervação de músculos TMR.

O sistema do membro artificial esquerdo conecta nervos residuais ao equipamento e é capaz de recuperar movimentos executados anteriormente pelo braço real, como pode ser visto na foto em que Christian limpa o suor da testa com a prótese direita.

O jovem é capaz de controlar sete articulações do braço protético em tempo real, por meio de movimentos mentais de seu "braço fantasma".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.