Brasil tem 1.749 casos confirmados de microcefalia

Nordeste lidera em número de confirmações para a má-formação; Pernambuco é o Estado mais atingido

O Estado de S. Paulo

27 Julho 2016 | 18h56

O Brasil tem 1.749 casos confirmados de microcefalia - má-formação associada à zika. O informe semanal foi divulgado nesta quarta-feira, 27, pelo Ministério da Saúde. Em relação à semana anterior, houve aumento de 40 confirmações. 

Segundo a pasta, 272 destes 1.749 casos tiveram confirmação em laboratório para a zika - cinco a mais em relação à semana passada. O Ministério da Saúde, no entanto, entende que a maioria das mães que tiveram bebês com microcefalia foi infectada pelo vírus. 

Também foram registradas 371 mortes por suspeita de microcefalia e/ou outra alteração do sistema nervoso central após o parto ou durante a gravidez. O número representa 4,3% do total de casos notificados. 

Permanecem em investigação outros 3.062 casos suspeitos de microcefalia no País. O Nordeste lidera em número de confirmações para a má-formação. Só em Pernambuco, Estado mais afetado, já são 376 registros. Em seguida está a Bahia, com 282, e a Paraíba, com 155. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.