Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda

Mobilização nos postos de saúde ocorre até 26 de maio; idosos, gestantes e pessoas com diabete ou hipertensão estão entre os grupos prioritários

O Estado de S.Paulo

17 Abril 2017 | 09h41

SÃO PAULO - Começa nesta segunda-feira, 17, a 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, que deve intensificar a aplicação de vacinas contra a gripe em postos de saúde de todo o País até 26 de maio. Ao todo, a mobilização atende dez grupos prioritários, entre eles idosos, gestantes, crianças entre seis meses e 5 anos e pessoas com diabete, hipertensão ou que já foram submetidas a um transplante.

A meta do Ministério da Saúde é aplicar 54,2 milhões de doses, o que representa 90% do público-alvo. O tradicional "Dia D", de mobilização nacional, está marcado para 13 de maio, um sábado, na véspera do Dia das Mães. No caso de professores da educação básica, que agora também integram o grupo prioritário, será oferecida a possibilidade de fazer a aplicação diretamente nas escolas nos dias 2 e 3 de maio.

Em 2016, o Brasil registrou 12.174 casos de gripe, dos quais 10.625 foram provocadas pelo vírus H1N1 e 2.220 resultaram em mortes, segundo o Ministério da Saúde. A vacina contra a doença não é indicada para alérgicos a ovo de galinha e derivados, além de pessoas que já tenham apresentado alguma reação anafilática ao imunizante. Em casos raros, ele pode provocar dor, vermelhidão e enrijecimento no local da aplicação. 

Confira abaixo a relação completa dos grupos prioritários:

- maiores de 60 anos;

- crianças entre seis meses e 5 anos;

- gestantes;

- mulheres que tiveram filhos há menos de 45 dias;

- professores;

- profissionais de saúde;

- indígenas;

- funcionários e apenados do sistema prisional;

- pessoas com diabete, hipertensão ou que já foram submetidas a transplantes.

Mais conteúdo sobre:
Gripe Ministério da Saúde H1N1 Gripe Vacina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.