Capital paulista tem 1º caso autóctone de febre amarela; Prefeitura fecha 4 parques

Capital paulista tem 1º caso autóctone de febre amarela; Prefeitura fecha 4 parques

Homem é morador de Tremembé, na zona norte, e não havia se vacinado; macaco achado morto no Campo Limpo motivou fechamento dos equipamentos na zona sul

Júlia Marques, O Estado de S.Paulo

09 Fevereiro 2018 | 21h19

A Prefeitura de São Paulo confirmou nesta sexta-feira, 9, o primeiro caso autóctone da febre amarela, o que significa que o paciente foi infectado na cidade. Trata-se de um homem de 29 anos, morador do distrito de Tremembé, na zona norte. Ainda nesta sexta, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente determinou o fechamento de quatro parques na zona sul após confirmação da morte de um macaco pela doença.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, o homem infectado frequentava semanalmente local próximo do Parque Estadual da Cantareira, na zona norte, onde se contaminou. 

++ Irmãos morrem com febre amarela e põem em alerta Espírito Santo do Pinhal

De acordo com a pasta, o paciente, cujo estado de saúde não foi divulgado, não estava vacinado. A Secretaria destacou que o caso é de contaminação silvestre. A infecção urbana da doença não é registrada no País desde 1942. 

Só neste ano, a cidade de São Paulo registrou 43 casos da doença - um deles autóctone e os demais  importados de outros Estados ou municípios - e seis mortes.

Para  vacinar moradores da zona norte que ainda não receberam o imunizante, a Prefeitura  ampliou nesta sexta  de 10 para 35 o número de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) na região destinadas a esse fim. Agentes de saúde percorrem os bairros atrás de moradores sem proteção. Durante o carnaval, haverá  plantão em postos  - a maior parte deles nas zonas leste e sul - para atender moradores que receberam senhas de vacinação.  

 

 

Parques. Nesta sexta, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente determinou o fechamento de quatro parques na zona sul da cidade depois que um macaco foi encontrado morto em uma casa do bairro Campo Belo. Os parques Severo Gomes, Cordeiro Martin Luther King e do Chuvisco ficarão fechados para visitação a partir deste sábado, 10. Em relação ao Parque Linear Invernada, que não tem grades, a indicação é para que moradores deixem de frequentar o espaço. 

De acordo com a Secretaria do Verde, a medida é uma precaução, para impedir o contato humano com o mosquito transmissor da doença. O local exato em que o macaco se infectou não foi confirmado.J

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.