1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Casal de cubanos abandona programa Mais Médicos em cidade do interior de SP

- Atualizado: 06 Janeiro 2016 | 17h 32

Profissionais teriam deixado posto sem avisar em 30 de dezembro para viajar para os Estados Unidos

SÃO PAULO - Um casal de cubanos abandonou, no final de dezembro, o programa Mais Médicos na cidade de Charqueada, no interior de São Paulo, onde atuavam desde abril de 2014 no posto de saúde central, o maior do município.

Segundo a prefeitura de Charqueada, o casal foi levado por amigos no dia 30 de dezembro ao aeroporto de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, onde embarcou rumo a Miami, nos Estados Unidos, com a filha adolescente, que eles haviam trazido de Cuba há cerca de cinco meses.

O abandono só foi notado pela prefeitura, no entanto, na segunda-feira, 4, quando os médicos deveriam voltar ao trabalho.Os profissionais faziam cerca de 400 atendimentos por mês.

O Ministério da Saúde disse que foi notificado sobre a desistência também no dia 4 pela Organização Panamericana da Saúde (Opas), responsável pelo convênio entre os governos brasileiro e cubano.

A pasta diz que já iniciou os trâmites administrativos para o desligamento dos profissionais. Afirmou ainda que, "conforme preveem as regras da cooperação, em caso de eventuais desistências, a reposição do profissional é providenciada pela Opas para não deixar a população do município desassistida". O ministério não informou quando os novos profissionais chegarão à cidade.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em SaúdeX