China: leite americano pode ter causado pedras nos rins

Dezenove famílias acusam a empresa Wyeth; amostras do leite em pó não apontam presença de melamina

Efe,

24 Fevereiro 2009 | 03h15

Dezenove famílias chinesas acusam a empresa americana Wyeth, fabricante de leite em pó para crianças, de causar problemas renais a seus filhos, segundo informa nesta terça-feira, 24, o jornal China Daily.   Um dos pais, Li Xuefeng, da cidade de Chongqing, na região central do país, disse que seu filho de dois anos foi alimentado desde seu nascimento com essa marca e que em setembro foi diagnosticado com pedras no rim esquerdo.   "Pelo menos 19 famílias com experiências semelhantes à do meu filho entraram em contato comigo", afirmou.   No entanto, a Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena confirmou em um relatório do mês passado que as amostras de leite em pó Wyeth analisadas não continham melamina, a substância química que misturada no leite de outras marcas matou seis bebês chineses e deixou 300 mil doentes no ano passado.

Mais conteúdo sobre:
China leite americano alimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.