China suspende importação de carne suína do México

Medida visa prevenir a chegada do vírus A/H1N1 à China

Agências internacionais

27 Abril 2009 | 06h51

A China suspendeu nesta segunda-feira, 27, as importações de carne e produtos de porco provenientes do México e dos estados norte-americanos do Texas, Kansas e Califórnia, informa a France Press.

 

O ministério da Agricultura e a Administração, encarregado do controle de qualidade de quarentena, explicou em um comunicado conjunto que a proibição, com efeito imediato, está destinada a prevenir a chegada do vírus A/H1N1 à China.

 

O governo chinês não proibiu, no entanto, as viagens a estes destinou e em particular ao México, foco da epidemia onde mais de 100 pessoas já morreram por causa desta enfermidade.

 

As autoridades chinesas afirmaram nesta segunda-feira que até momento não foi registrado no país nenhum caso de contágio humano pelo vírus A/H1N1, e pediu à população para se manter vigilante.

Mais conteúdo sobre:
China México EUA A/H1N1 gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.