Cidade registra 540 pessoas com diarreia em três dias

Pacientes também apresentam quadro de vômito e suspeita é de que a água esteja contaminada

RENE MOREIRA, O ESTADO DE S. PAULO

14 Fevereiro 2016 | 19h22

FRANCA - A Secretaria de Saúde de Machado, cidade no sul de Minas Gerais, tenta descobrir o que fez com que 540 pessoas procurassem atendimento no Pronto-Socorro da Santa Casa local com sintomas de diarreia e vômito nos últimos três dias.

A suspeita é de que a água esteja contaminando a população e amostras foram enviadas para análise. Os exames serão realizados em Belo Horizonte a partir desta segunda-feira, 14. Na cidade, a população é orientada a tomar somente água fervida.

A população do município, que tem 40 mil habitantes, está preocupada. Algumas pessoas alegam que tomaram a água e pouco tempo depois começaram a passar mal, tendo também dor de cabeça. No hospital, os doentes têm tomado soro antes de receber alta.

João Lacerda, diretor clínico da Santa Casa, diz que a orientação é para que os pacientes menos graves façam soro caseiro e se tratem em casa, já que o pronto-socorro está com grande movimento. Ele também reforça a orientação aos moradores para ferverem a água a ser consumida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.