Cientistas dão mais um passo para criar efeito da invisibilidade

Metaflex já pode ser utilizado sobre superfícies planas e duras, mas é incompatível com os tecidos das roupas

Efe

04 Novembro 2010 | 03h42

LONDRES - Cientistas da Universidade de St. Andrews, no Reino Unido, anunciaram a criação de um material chamado Metaflex, que dá mais um passo no caminho da fabricação de tecidos que permitam criar o efeito da invisibilidade dos objetos.

O Metaflex é um meta-material, ou seja, um material artificial que apresenta propriedades eletromagnéticas incomuns, que procedem da estrutura projetada, e não de sua composição.

No passado, foram desenvolvidos meta-materiais que curvam e canalizam a luz para tornar invisíveis os objetos com comprimentos maiores de onda, mas obter o mesmo efeito com a luz visível representa um desafio maior. 

O pequeno comprimento de onda da luz do dia faz com que os chamados meta-átomos - as partes constituintes do meta-material - precisem ser muito pequenos, e até agora estes meta-átomos menores só puderam ser produzidos sobre superfícies planas e duras, incompatíveis com os tecidos das roupas.

A novidade apresentada por este trabalho é que o Metaflex consta de membranas flexíveis de meta-material, criadas graças ao emprego de uma nova técnica que permitiu liberar os meta-átomos da superfície dura sobre a que foram produzidos.

Desta maneira, o Metaflex pode atuar em comprimentos de onda de 620 nanômetros, dentro da região da luz visível. A união destas membranas poderia produzir um "tecido inteligente", que seria o primeiro passo para fabricar uma capa ou qualquer outra peça para "fazer desaparecer" à pessoa que a vista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.