Conselho de Medicina do RS vai investigar morte em cirurgia plástica

Vítima se submeteu a lipoaspiração e implante nos seios quando sofreu parada cardíaca

Priscila Trindade, do estadao.com.br

26 Março 2010 | 11h49

O Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) informou nesta sexta-feira, 26, que abriu sindicância para investigar a morte de uma mulher de 29 anos durante uma cirurgia estética, em Porto Alegre.

 

Veja também:

linkPlástica na adolescência 

linkMulher morre após fazer cirurgia de lipoaspiração em Goiás 

 

A jovem passou pelo procedimento na quarta-feira, 24, na clínica de estética Heller. A vítima se submeteu a lipoaspiração e implante de silicone nos seios quando sofreu parada cardíaca.

 

A polícia também investiga o caso. Exames do Departamento Médico Legal vão realizar necropsia para indicar se a morte foi causada por eventual falha humana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.