1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Cruz Vermelha terá força-tarefa contra criadouros do Aedes

- Atualizado: 09 Fevereiro 2016 | 11h 30

Ideia é mostrar à população como evitar os riscos; periferias urbanas serão áreas prioritárias da ação, segundo a entidade

GENEBRA - A Federação Internacional da Cruz Vermelha e da Meia-Lua Vermelha anunciou nesta terça-feira, 9, uma mobilização em todos os países afetados pelo zika para ajudar na eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. As áreas prioritárias serão as periferias urbanas. 

"´É preciso rastrear as superfícies em que o mosquito pode haver deixado seus ovos, que não são visíveis ao olho humano, tirar a água e garantir que não voltem", destacou a responsável pelo departamento de saúde da federação, Julie Hall. Segundo ela, os ovos do mosquito podem resistir até a baixas temperaturas. A ideia é ensinar a população sobre como evitar os riscos. 

Veja quais países terão mais prejuízo com o zika vírus
Andrea de Silva/Reuters
19º - Guiana

Após declarar que o zika vírus é uma emergência mundial, a OMS (Organização Mundial da Saúde) emitiu um alerta para 25 países da América do Sul, América e Central e Caribe (incluindo o Brasil) que irão receber milhares de turistas neste ano. Como resultado, esses países devem perder bilhões de dólares em verba vinda do turismo. A Guiana prevê um prejuízo de US$ 77 milhões

A entidade pretende acionar suas redes de voluntários nos países da América Latina e do Caribe. Para levar o programa de prevenção à frente, será necessário aumentar a reserva inicial de fundos, antes de 2,4 milhões de dólares. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a epidemia de zika atinge 33 países. / COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em SaúdeX