Distrito Federal confirma primeira morte por gripe suína

Homem estava internado há cerca de 20 dias; Rio Grande do Sul e Valinhos registram mais 6 mortes

Solange Spigliatti, da Central de Notícias,

10 Agosto 2009 | 11h13

A Secretaria Estadual do Distrito Federal confirmou nesta segunda-feira, 10, o primeiro caso de morte em consequência do vírus Influenza A (H1N1). Um homem, que tinha aproximadamente 50 anos, estava internado há cerca de 20 dias no Hospital Anchieta, em Taguatinga. Ainda não foi divulgado o dia da morte da vítima.

 

RS registra mais 5 mortes

 

A Secretaria da Saúde do Estado do Rio Grande do Sul confirmou nesta segunda-feira mais cinco mortes decorrentes da gripe suína, em moradores de quatro cidades do Estado. As confirmações foram atestadas pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz). Com isso, o número de mortes pelo vírus no Estado chega a 49.

 

Veja também:

linkOMS prevê vacinação contra H1N1 a partir de setembro

linkGrandes farmacêuticas começam a testar vacina para H1N1

 

De acordo com a secretaria, as vítimas são uma mulher de 43 anos, que tinha obesidade e morreu no dia 22 de julho, em Uruguaiana; uma mulher de 41 anos, que não tinha doença pré-existente e faleceu dia 23 de julho, em Rio Grande; um aposentado de 71 anos, que tinha cardiopatia e morreu no dia 1º de agosto, em Passo Fundo; um comerciante de 28 anos, que tinha pneumopatia crônica e morreu dia 4 de agosto; e uma dona de casa de 36 anos, que não tinha doença pré-existente e morreu no ultimo sábado, 8, em Passo Fundo.

 

Valinhos confirma 3ª morte

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Valinhos, no interior de São Paulo, também confirmou na manhã desta segunda-feira a terceira morte por gripe suína no município. Uma mulher de 33 anos faleceu no último sábado, 8, após sentir os sintomas da doença no dia 18 de julho. Ela passou por atendimento médico e internação no hospital Galileo e, desde o dia 23, estava internada em estado grave na Santa Casa do município. Segundo o prontuário médico, a mulher tinha outros problemas de saúde.

 

Os outros dois casos de óbitos por gripe suína em Valinhos foram registrados nos dias 22 e 26 de julho. O primeiro é referente a uma mulher de 27 anos e o segundo, a um homem de 30 anos. Os dois não tinham outras doenças e não há registro de que tenham viajado para fora do país. Até esta segunda-feira, dia 10, pela manhã, Valinhos registrava 13 casos de gripe suína, sendo três mortes, e 18 casos aguardando confirmação de exame.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína influenza A

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.