Empresas particulares iniciam 'nova era espacial'

BBC apresenta protótipo de naves que deverão levar homem ao espaço para a Nasa

BBC Brasil, BBC

10 Maio 2011 | 11h21

 

Empresas particulares nos Estados Unidos vêm participando de uma nova corrida espacial.

Com a aposentadoria da frota de ônibus espaciais da Nasa prevista para este ano, o setor disputa lucrativos contratos para viagens orbitais.

A Space X, criada fortuna criada com a empresa de internet Paypal, saiu na frente.

O presidente dela, Elon Musk, vê no espaço a última fronteira para faturar alto.

"Realmente estamos entrando numa nova era de viagens espaciais. É muito empolgante e acho que deve avançar muito mais rapidamente do que a anterior", disse Musk.

O primeiro voo ainda deve levar pelo menos dois anos para decolar. Mas os equipamentos já estão em fabricação.

Quando isso acontecer, será a primeira vez que pessoas entrarão em órbita num equipamento que não pertence a um governo.

As naves construídas pela iniciativa privada devem custar um décimo do preço de ônibus espaciais.

Outras empresas, como a Virgin do britânico Richard Branson também estão investindo em viagens espaciais, embora não em órbita.

Outras querem projetar novos ônibus espaciais, com apoio da Nasa.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
ciência spacex nasa ônibus espacial espaço

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.