Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Saúde

Saúde » Entenda o pronunciamento da OMS sobre microcefalia

Saúde

Saúde

OMS

Entenda o pronunciamento da OMS sobre microcefalia

Organização Mundial de Saúde declarou a má-formação como emergência mundial; mecanismo de financiamento será anunciado

0

O Estado de S. Paulo

01 Fevereiro 2016 | 20h17

Por que a OMS decidiu declarar microcefalia, e não o zika, como emergência mundial?

Para a OMS, o zika não é doença grave e seus efeitos em 75% dos casos sequer exigem hospitalização. Portanto, não haveria motivo para declarar o vírus como tal uma emergência. Como também não existe uma prova científica da relação entre o vírus e a microcefalia, a entidade optou por declarar apenas a má-formação como emergência.

O que acontece agora? Quais medidas serão tomadas em relação à microcefalia? Será decretada notificação obrigatória de casos?

A notificação é obrigatória e países são forçados a informar à OMS qualquer caso que seja registrado. Também fica estabelecida a necessidade de fortalecer a pesquisa.

Haverá um fundo de combate à microcefalia? Como vai funcionar? Quem vai gerir?

Sim, nos próximos dias um mecanismo de financiamento será anunciado e governos e instituições serão convidados a contribuir. A OMS vai administrar o fundo e, com o dinheiro, ajudará países a combater a doença e fazer pesquisas. 

O Brasil terá alguma posição de destaque nisso?

O Brasil é o centro de todas as atenções e receberá parte dos recursos para a pesquisa. 

Existe alguma recomendação para não viajar ao Brasil? E para grávidas?

Não, diante da ausência de provas da ligação entre o vírus e a microcefalia. Mas recomenda-se que gestantes se protejam de mosquitos, até mesmo para evitar a dengue. 

Mais conteúdo sobre:

Comentários