ESA disponibiliza dados sobre toda a camada de gelo da Terra

Novas informações, do satélite CryoSat, mostram tanto a extensão da cobertura de gelo como sua espessura

estadão.com.br,

01 Fevereiro 2011 | 13h50

 

SÃO PAULO - A Agência Espacial Europeia (ESA) anunciou nesta terça-feira, 1, a disponibilização gratuita para todos os cientistas interessados dos dados de sua missão CryoSat, um satélite colocado em órbita para monitorar as camadas de gelo da Terra.

 

Veja também:

documento Site da missão Cryosat 

link Verão mais quente pode diminuir velocidade de degelo na Groenlândia

 

Os novos dados ajudarão a determinar exatamente por quais mudanças as geleiras e calotas polares estão passado, ajudando na compreensão da relação entre o gelo e o aquecimento global.

 

O satélite, lançado em abril de 2010, mede tanto a extensão da cobertura de gelo como sua espessura, e já revelou sua diminuição. O restante dos dados, agora disponíveis para análise, deverá completar a imagem e mostrar que o volume de gelo da Terra sofreu uma drástica diminuição ao longo dos anos.

Mais conteúdo sobre:
aquecimento global

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.