FELIPE RAU|ESTADÃO
FELIPE RAU|ESTADÃO

Faculdade de Saúde Pública da USP celebra 100 anos com seminário internacional

Durante quatro dias especialistas vão discutir os impactos das transformações sociais causadas pela globalização, urbanização e mudanças climáticas na gestão do setor e nas condições de saúde da população

O Estado de S.Paulo

20 Fevereiro 2018 | 15h29

SÃO PAULO - Os desafios atuais para os sistemas de saúde são um dos principais temas do seminário científico internacional "Perspectivas da Saúde Pública no Século 21”, que celebra os 100 anos da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (FSP-USP). Durante quatro dias especialistas vão discutir os impactos das transformações  sociais causadas pela globalização, urbanização e mudanças climáticas na gestão do setor, no perfil das doenças e nas condições de saúde das populações. O evento deve ainda analisar os impactos de mudanças no meio ambiente, da judicialização, da inovação tecnológica e das políticas de promoção da saúde na área.

Nesta terça-feira, 20, será a abertura do seminário com a mesa de abertura com autoridades.  Até sexta-feira, 23, vão ocorrer 12 painéis específicos – quatro por dia, a partir das 9 horas até as 17h30 – começando pelo que terá como tema A Saúde da Mãe da Criança e terminando com ‘Saúde no Contexto da Urbanização e Globalização”.

Além de pesquisadores brasileiros, o evento contará com palestrantes da instituições do Reino Unido, Espanha, Portugal e Estados Unidos. O  seminário será no anfiteatro da FSP-USP (avenida Doutor Arnaldo, 715) e as inscrições são limitadas – elas dependem do tamanho do auditório João Yunes, que tem 250 lugares . Há uma taxa de R$ 20 para alunos e funcionários da USP e de R$ 80 para quem é fora da universidade.

A Faculdade de Saúde Pública foi fundada em 9 de fevereiro de 1918 por sugestão de Wickliffe Rose, diretor da International Health Board (IHB), da Fundação Rockfeller, que havia apresentado o esboço de um acordo para a criação de um instituto de higiene anexo à Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo. Como parte do acordo, o IHB enviou duas bolsas de estudos na John Hopkins University para dois médicos ligados à Faculdade de Medicina ­– Geraldo Horário de Paula Souza e Francisco Borges Vieira. Um professor americano foi ainda enviado à Faculdade para assumir a disciplina de Higiene.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.