Força tarefa fará vistoria em hospitais psiquiátricos do SUS

O grupo terá, a partir de 1º de setembro, 60 dias para entregar o relatório final, contendo recomendações para o pleno funcionamento desses hospitais

Solange Spigliatti, do estadão.com.br,

29 Julho 2011 | 08h57

SÃO PAULO - Uma força-tarefa instituída pelo Ministério da Saúde começa a partir desta quinta-feira, 28, para avaliar hospitais psiquiátricos de todo o país que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O grupo terá, a partir de 1º de setembro, 60 dias para entregar o relatório final, contendo recomendações para o pleno funcionamento desses hospitais.

 

Ação, que foi iniciada em abril, na região de Sorocaba, no interior de São Paulo, agora se estende para as demais 201 unidades, em 123 municípios, nos 23 estados, para adequação à Reforma Psiquiátrica e incluir serviço na ação contra o crack, com o objetivo de aperfeiçoar a assistência aos brasileiros com transtornos mentais atendidos na rede pública.

 

Durante as auditorias, serão avaliados, por exemplo, aspectos como a estrutura física dos hospitais, a relação de profissionais que atendem aos internados (médicos psiquiatras, médicos clínicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, auxiliares de enfermagem e terapeutas ocupacionais) e a evolução do tratamento dos pacientes.

 

Atualmente, a rede de assistência hospitalar à saúde mental conta com 32.735 leitos disponíveis. A eles, somam-se outros dois mil leitos nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), nas Casas de Acolhimento Transitório (CATs) e nas Comunidades Terapêuticas. A análise será coordenada pelo Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus), que conta com representantes em todos os estados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.