William D'Andrea/Divulgação
William D'Andrea/Divulgação

Frente fria na Groenlândia teria influenciado o desaparecimento viking

Temperaturas diminuíram 4ºC em 80 anos no século 12; no início do século 15, a região teria passado por uma 'pequena era do gelo'

Reuters

31 Maio 2011 | 11h17

Uma onda fria na Groenlândia no século 12 pode ajudar a explicar porque colônias vikings sumiram da ilha, informaram cientistas nesta segunda-feira.

No relatório, a reconstrução das temperaturas a partir de exames de sedimentos de um lago a oeste da Groenlândia, datados de 5.600 anos atrás, também indicaram que antes, colônias pré-históricas tiveram que enfrentar oscilações climáticas na região.

"O clima teve um papel importante no desaparecimento dos vikings da Groenlândia", disseram pesquisadores da Universidade Brown, nos Estados Unidos, em comunicado sobre as descobertas da queda de 4ºC no período de 80 anos em, mais ou menos, 1100.

Tal mudança é o equivalente a temperatura média em Edimburgo, na Escócia, diminuindo de modo a coincidir com a encontrada em Reiquiavique, na Islândia. Isso representaria um enorme revés para a produção agrícola e pecuária.

"Há uma tendência de arrefecimento na região imediatamente anterior ao desaparecimento nórdico", disse William D'Andrea da Universidade Brown, principal autor do estudo nos Estados Unidos, para a publicação Proceedings of the National Academy of Sciences.

Pesquisadores têm poucos registros escritos ou arqueológicos para descobrir porque as colônias vikings foram abandonadas no oeste da ilha em meados do século 14 e no leste no início do século 15.

Conflitos com o povo inuit, a procura por melhores terrenos para a caça, tensões econômicas e oscilações naturais do clima, talvez causadas por mudanças no período solar ou erupções vulcânicas, podem também ter sido fatores determinantes.

Além deste período, o estudo também traçou oscilações no clima durante a ascensão e queda dos povos pré-históricos na Groenlândia, começando pela cultura Saqqaq, que prosperou entre cerca de 4.500 anos e 2.800 anos atrás.

Mais conteúdo sobre:
Viking clima

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.