Galáxia NGC 247 está mais próxima de nós do que imaginávamos

Distância calculada foi diminuida em 1 milhão de anos-luz

Estadão.com.br,

02 Março 2011 | 15h33

Cientistas de um observatório europeu localizado no Chile, pertencente ao European Southern Observatory (ESO), reviram os dados sobre a distância da galáxia NGC 247 em relação a Terra. Esta é uma das galáxias em espiral mais próximas do nosso planeta vista do hemisfério sul. Observações recentes diminuíram a distância em mais de 1 milhão de anos luz em relação a Via Láctea, concluindo que esta distância deve ser de 11 milhões de anos-luz.

A distância pode ser concluída usando um tipo de estrela bem luminosa, chamada de Cepheid, como referência. Este tipo de estrela tem um brilho que varia em intervalos regulares, que colocado como dado em uma relação matemática simples para os cientistas faz com que seja possível concluir a sua distância da Terra.

No entanto, há fatores que podem interferir nas contas, por exemplo, a composição das estrelas Cepheid ou uma parte da luz ser absorvida por poeira espacial em sua viagem até a Terra. Um estudo intitulado Projeto Araucária tem observado estas variáveis para evitar que elas interfiram nos resultados finais.

Mais conteúdo sobre:
NGC 247

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.