Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Saúde » Governo deve mudar critério de classificação de microcefalia

Saúde

Governo deve mudar critério de classificação de microcefalia

Serão considerados suspeitos casos de meninos que com menos de 31,9 cm de perímetro cefálico e de meninas com menos de 31,5 cm

0

O Estado de S. Paulo

29 Fevereiro 2016 | 22h24

O Ministério da Saúde deve começar a orientar os Estados a mudarem o parâmetro de medição de crânio para diagnosticar bebês com suspeita de microcefalia. A decisão segue as novas orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O ministro, Marcelo Castro, informou ao Jornal Nacional, da TV Globo, que passarão a ser considerados suspeitos os casos de meninos que tiverem menos de 31,9 centímetros de perímetro cefálico e de meninas com menos de 31,5 centímetros. 

Os atuais parâmetros consideram microcéfalos os bebês com até 32 cm de circunferência de cabeça. O novo protocolo será detalhado pelo governo na quinta-feira, informou o ministério.

Comentários