Gripe suína registrada em cinco Estados dos Estados Unidos

Centro de Controle de Doenças está liberando 25% de seu estoque de drogas antivirais para combater doença

da Redação, estadao.com.br, com informações da Dow Jones

27 Abril 2009 | 14h23

SÃO PAULO - Casos humanos do vírus H1N1, da chamada gripe suína, foram confirmados em cinco Estados dos EUA, segundo os Centros para Controle e prevenção de Doenças (CDC) do país. São sete casos na Califórnia, dois em Kansas, 28 na cidade de Nova York, um em Ohio e dois no Texas. A doença já causou cerca de 150 mortes no México.

 

A nota do CDC lembra que o Centro de Operações de Emergência da agência está coordenando a resposta à doença, e que a secretária do Departamento de Segurança Interna, Janet Napolitano, já declarou emergência de saúde pública no país. Richard Besser, diretor em exercício do CDC, disse que o tipo de gripe suína que tem sido registrado nos EUA é mais moderado que no México, onde os primeiros casos foram registrados. Apenas uma pessoa foi hospitalizada até agora.

 

A Divisão de Estoques Nacionais Estratégicos dos CDC estão liberando 25% de suas drogas antivirais e equipamentos de proteção para os Estados. No domingo, os EUA declararam emergência na saúde pública, o que permite que o governo libere milhões de doses de antivirais como o Tamiflu, do laboratório Roche, e do Relenza, da GlaxoSmithKline. O CDC irá emitir ainda hoje um alerta recomendando que os norte-americanos evitem viagens que não sejam essenciais ao México.

 

Atualizado às 15h10 para acréscimo de informações.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.