Divulgação
Divulgação

Grupo alerta para quantidades excessivas de sal no queijo

Alimento pode representar risco para quem tem problemas de pressão alta

BBC

30 Novembro 2012 | 14h15

A organização Consenso e Ação sobre o Sal e a Saúde (Cash, na sigla em inglês) alertou recentemente para as excessivas e desnecessárias quantidades de sal sendo utilizadas na produção de diferentes tipos de queijo, o que pode ser prejudicial a quem sofre de pressão alta.

 

O grupo analisou 722 porções de queijo medidas em 30 gramas e descobriu que muitas delas continham mais sal que um pacote de salgadinhos. Os tipo mais salgado foi o roquefort, com 1,06g de sal a cada 30g. Os dois próximos da lista são o feta e o halloumi.

 

O instituto britânico analisou 30 variedades de queijo durante quatro meses e descobriu que os tipos com menos sal são a muçarela, o emmental e o wensleydale. Mas também foram encontradas grandes variações entre marcas diferentes, mas da mesma variedade, como ocorreu com o gorgonzola e o cheddar.

 

Segundo o Cash, a ingestão diária de sal deve ser inferior a 6g por dia, cerca de uma colher de chá. O grupo ainda pediu aos consumidores que reduzam a quantidade consumida por dia e que, se fosse necessário, que diminuíssem as porções de queijo de suas dietas.

 

Graham McGregor, presidente da instituição, informou que mesmo as reduções pequenas podem ser significativas. "Para cada grama a menos que a população ingere, podemos evitar 12 mil ataques cardíacos, derrames e paradas cardíacas, metade dos quais seria fatal", disse ele, afirmando ainda que "a indústria do queijo precisa cooperar."

 

Especialistas, porém, lembraram que o queijo é um alimento nutritivo e que suas propriedades não podem ser confundidas com as do sal. "O queijo fornece uma série de nutrientes, incluindo proteínas, vitaminas e minerais como o cálcio. O sal é uma parte do processo de produção de queijo. Não é acrescentado pelo sabor, e sim por razões técnicas e de higiene", afirmou Judith Bryans, diretora do Diary Council, ONG que analisa os produtos lácteos na Grã-Bretanha.

Mais conteúdo sobre:
queijo sal saúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.