Divulgação
Divulgação

Higiene bucal deve começar nos primeiros meses de vida; entenda

Pais devem introduzir a escovação cedo e ensinar as crianças por meio de bons exemplos

Paula Felix, O Estado de S.Paulo

03 Fevereiro 2017 | 07h00

Escovar os dentes de uma criança não é tarefa fácil. Resistir ao uso da escova, não querer abrir a boca e engolir o creme dental são problemas que podem surgir durante o processo, mas os pais não devem desistir: a higienização evita complicações como cáries e até perda dentária. As principais recomendações são iniciar nos primeiros meses de vida e ensinar a criança por meio do bom exemplo.

"É importante desenvolver a cultura do tratamento precoce, porque a prevenção é mais rica do que o tratamento. No bebê, é possível fazer a limpeza no cordão gengival, porque ficam resíduos de leite. A higienização é fundamental para que ele vá se acostumando com o processo", diz Faisal Ismail, odontólogo e CEO da empresa Ortoplan Especialidades Odontológicas.

Ismail diz que os pais devem escolher tanto escova quanto creme dental adequados para crianças. Também recomenda que a quantidade de creme dental usada seja pequena. A referência é um grão de arroz. A partir dos 6 anos, a quantidade pode aumentar para o tamanho de um grão de feijão.

O fio dental deve ser utilizado já nos dentes de leite. A escovação pode ser feita em família e uma dica é que os pais deem o exemplo para que o hábito de escovar os dentes seja criado. "O maior aprendizado é o exemplo dos pais, que devem fazer a escovação com a criança, mostrar a língua, ensinar como cuspir e gargarejar, porque esses são movimentos novos para as crianças."

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.