1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Hospital das Clínicas ganha nova ala para cirurgia bariátrica

Fabiana Cambricoli - O Estado de S. Paulo

01 Julho 2014 | 21h 23

Meta é reduzir fila de espera, que atualmente é de cinco anos; 1,8 mil pacientes aguardam operação

SÃO PAULO - Com 1,8 mil pacientes à espera de cirurgia bariátrica e demora de até cinco anos para a realização do procedimento, o Hospital das Clínicas de São Paulo inaugurou nesta terça-feira, 1, uma ala de internação exclusiva para a especialidade, o que permitirá que a unidade dobre o número de procedimentos feitos por ano.

Com a entrega da nova ala, que teve a presença do governador Geraldo Alckmin (PSDB), o HC vai passar de 200 para 400 cirurgias bariátricas por ano. “Já tínhamos um ambulatório especializado, mas os pacientes obesos ficavam internados em leitos comuns, com os demais pacientes de cirurgia do aparelho digestivo. Agora, temos 16 leitos exclusivos e adaptados só para eles”, disse Ivan Cecconello, professor titular da disciplina de Cirurgia do Aparelho Digestivo do HC.

Na nova ala, os leitos são capazes de suportar até 400 kg, os banheiros e quartos são maiores e toda a estrutura do dormitório é reforçada.

“Considerando que o pré-operatório ideal leva cerca de dois anos, a nossa meta é fazer com que todos os pacientes consigam ser operados no período de dois a três anos. Hoje, essa meta é alcançada para cerca de metade dos pacientes”, disse Marco Aurelio Santo, diretor da Unidade de Cirurgia Bariátrica e Metabólica do HC.

No caso da feirante Célia Braz da Silva, de 42 anos, a espera pela cirurgia bariátrica no HC foi de cinco anos. Com 120 kg e índice de massa corpórea (IMC) de 45, ela finalmente passará pela cirurgia nesta quarta-feira, 2. “Demorei para conseguir marcar as consultas e também porque tinha que perder peso”, contou.

Nesta terça, o HC também ganhou outra UTI, centro de obstetrícia e serviço de mamografia 3D.

  • Tags: