Hungria quer sobretaxar alimentos com muito sal e açúcar

Governo diz que húngaros estão entre os menos saudáveis do continente

BBC Brasil, BBC

04 Julho 2011 | 16h33

O governo da Hungria quer aprovar uma lei que aumenta entre 5% e 20% os impostos sobre comidas e bebidas que tenham níveis excessivos de sal e açúcar.

O projeto de lei, apelidado de "imposto do chocolate", tem por objetivo tornar os húngaros mais saudáveis.

A porta-voz do governo diz que a saúde dos húngaros é, em média, pior do que a dos outros europeus, com muitos casos de câncer e doenças cardíacas.

O novo imposto pode gerar uma arrecadação de até US$ 110 milhões de dólares por ano para o governo, mas está sendo criticado pela indústria, que diz não ter sido consultada o suficiente durante o processo de elaboração da lei.

O Parlamento deve votar o projeto de lei nas próximas semanas. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.