Japonesas têm maior expectativa de vida do mundo pelo 25º ano consecutivo

Média é de 86,44 anos, enquanto os homens chegam a 79,59; principal causa é melhor tratamento médico

Efe

26 Julho 2010 | 12h57

TÓQUIO - A expectativa de vida no Japão ficou novamente em níveis recorde em 2009, especialmente no caso das mulheres, que alcançaram a maior do mundo - 86,44 anos - pelo 25º ano consecutivo, segundo um relatório do Ministério da Saúde do país divulgado nesta segunda-feira, 26.

A média de vida dos homens japoneses, por sua vez, cresceu pelo quarto ano consecutivo, aos 79,59 anos, apesar do Japão ocupar o quinto lugar da lista de países nesse quesito.

Desde 2008 os homens japoneses aumentaram sua expectativa de vida em 0,30 ano, enquanto entre as mulheres esse número subiu para 0,39 ano, informou a agência local "Kyodo".

Segundo o relatório do Ministério da Saúde japonês, a principal causa do crescimento da expectativa de vida no país é a melhoria do tratamento médico das três doenças que provocam mais mortes por lá: câncer, problemas cardíacos e acidente vascular cerebral (AVC).

"Se não ocorrer uma epidemia de gripe, a esperança de vida dos japoneses seguramente aumentará ainda mais", disse uma fonte do ministério.

Mais conteúdo sobre:
expectativa de vida Japão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.