Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

Justiça condena Santa Casa a quitar salários e 13º atrasados

Ação do Sindicado dos Empregados de Estabelecimentos de Saúde (SinSaúdeSP) beneficia 270 pessoas

FABIANA CAMBRICOLI, O Estado de S. Paulo

19 Maio 2015 | 21h57

A Justiça do Trabalho condenou a Santa Casa de Misericórdia de São Paulo a pagar, em até 30 dias, salários e 13.º atrasados a um grupo de 270 funcionários do complexo hospitalar. Eles são representados pelo Sindicato dos Empregados de Estabelecimentos de Saúde (SinSaúdeSP), que ingressou com ação pedindo o pagamento imediato. A decisão foi publicada nesta terça-feira, 19, no Diário Oficial do Estado.

Em crise financeira e com dívida superior a R$ 400 milhões, a Santa Casa não efetuou o pagamento do salário de novembro do ano passado a funcionários com remuneração superior a R$ 3 mil. Também não pagou integralmente as duas parcelas do 13.º salário de 2014.

Caso não efetue o pagamento devido no prazo estipulado pela Justiça, a Santa Casa será penalizada com multa diária de 1/30 do valor devido por funcionário. A entidade ainda pode recorrer da decisão.

Em nota, a Santa Casa informou que “seu corpo jurídico está avaliando a sentença”. A instituição afirmou ainda que “reconhece o valor de seus colaboradores e compreende a busca pelo cumprimento de seus direitos” e “está trabalhando para honrar seus compromissos”.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Santa Casa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.