Lei reserva assentos duplos para obesos em ônibus no MS

Empresa que descumprir a norma poderá ser multada no valor de R$ 795,50

João Paulo Carvalho, estadão.com.br

02 Agosto 2011 | 10h47

SÃO PAULO - Foi sancionada nesta segunda-feira, 1, pelo governador do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), uma lei que obriga as empresas de ônibus a reservar assentos duplos para pessoas obesas.

 

A regra diz que os assentos deverão estar na primeira fileira e possuir ajustes para recuo ou remoção do braço intermediário. A empresa que descumprir a norma poderá ser multada no valor de R$ 795,50. Em caso de reincidência, o valor dobrará.

 

De acordo com a lei, o prazo para adequação é de 120 dias. Dados recentes da secretária de Saúde revelam que no Matogrosso do Sul cerca de 25 mil pessoas sofrem com a obesidade sendo que 48% são adultos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.