Mãe indonésia vende gêmea recém-nascida para pagar conta de hospital

Uma das enfermeiras do centro hospitalar se ofereceu a pagar a conta em troca do bebê

EFE

08 Julho 2010 | 09h33

mãe indonésia vendeu uma das duas filhas gêmeas que acabava de dar à luz para poder pagar a conta do hospital onde elas nasceram, informa nesta quinta a imprensa local.

 

Suparti, de 41 anos e moradora da cidade javanesa de Yogyakarta, explicou que o Hospital Geral Wonowari cobrou seis milhões de rupias (US$ 660, 525 euros) por um parto com cesárea e uma semana hospitalizada.

 

Uma das enfermeiras do centro hospitalar se ofereceu a pagar a conta em troca de ficar com um dos bebês.

 

"Tive que vender uma das gêmeas, pois não podia pagar a conta do hospital", disse Suparti, segundo a agência estatal de notícias Antara.

 

Suparti, cujo marido ganha cerca de 15 mil rupias por dia (pouco mais de US$ 1), não conseguiu um empréstimo de seus familiares e não teve acesso ao seguro medico estatal da Indonésia, onde não existe um sistema sanitário público universal, por não ter solicitado a tempo.

 

O Banco Mundial estima que cerca de 100 milhões de indonésios, 40% da população, vivem com menos de US$ 2 por dia, abaixo da linha da pobreza.

Mais conteúdo sobre:
indonésia saúde gravidez parto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.