Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Saúde

Saúde » Mais três cubanos abandonam programa Mais Médicos

Saúde

Mais três cubanos abandonam programa Mais Médicos

Com os novos casos, o número de profissionais cubanos desistentes chega a 17

0

Fabiana Cambricoli,
O Estado de S. Paulo

25 Junho 2014 | 20h43

Mais três cubanos integrantes do Mais Médicos abandonaram o programa federal, segundo o Ministério da Saúde. Os nomes e registros dos médicos desligados foram publicados na edição desta quarta-feira, 25, do Diário Oficial da União. 

Com os novos casos, o número de profissionais cubanos desistentes chega a 17. Não estão nessa conta casos de cubanos que desistiram formalmente por problemas de saúde ou motivos pessoais e retornaram à Cuba, apenas casos de profissionais que abandonaram o trabalho sem justificativa.

Dois dos profissionais que tiveram sua participação cancelada nesta quarta trabalhavam em Minas Gerais e o terceiro atuava no Rio Grande do Sul. De acordo com o Ministério da Saúde, eles serão repostos.

No total, o programa federal possui 14 mil médicos, dos quais cerca de 11 mil são cubanos. Eles são contratados por meio de um acordo entre os governos brasileiro e cubano.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.