México confirma 110 mortes e casos suspeitos passam de 2 mil

Prefeitura da Cidade do México confirma mais 7 mortes; EUA, Canadá e Espanha também têm registram casos

Agências internacionais,

27 Abril 2009 | 11h38

CIDADE DO MÉXICO -
O governo do México confirmou mais sete mortes por gripe aviária e o número de casos suspeitos da doença no país subiu para 1.614. Jose Angel Cordova, ministro da Saúde do país, afirmou nesta segunda-feira, 27, que 110 mortes podem ter sido causadas pelo vírus. Além disso, declarou que pelo menos outras 400 pessoas estão internadas com suspeita da doença, o que faz com que o número de casos suspeitos passem de 2 mil. As novas mortes foram confirmadas pela prefeitura da Cidade do México, onde 22 pessoas morreram com suspeita da doença.

 

Veja também: 

linkCom na Espanha, gripe suína chega à Europa

linkOMS discute gripe suína e UE convoca reunião

linkEstado de emergência é 'precaução', diz Obama

linkNão há evidências de casos no Brasil

linkEUA declaram emergência de saúde pública

lista Entenda a doença e saiba como ela é transmitida

mais imagens Galeria: Gripe suína

 

Nos Estados Unidos, 20 casos da doença foram confirmados. Seis pessoas estão contaminadas no Canadá. Na Europa, a Espanha confirmou um caso da doença, sendo que outros 17 ainda são investigados. A França também tem um caso suspeitos da doença. Em Israel, dois casos são investigados. Pelo menos 13 pessoas estão com suspeita da doença na Nova Zelândia.

Mais conteúdo sobre:
gripe aviária

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.