1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Militares encontram 64,2 mil focos de 'Aedes' no País

- Atualizado: 20 Fevereiro 2016 | 14h 10

Forças Armadas visitaram 781,8 mil imóveis residenciais e comerciais no Brasil; em São Paulo, Guarulhos é cidade que mais preocupa Aeronáutica

SÃO PAULO - As Forças Armadas encontraram 64,2 mil focos de Aedes aegypti, mosquito transmissor de dengue, zika e chikungunya nos mais de 781,8 mil imóveis visitados em todo o País, segundo um balanço desta sexta-feira, 20, divulgado pelo Ministério da Defesa. Esses pontos que foram eliminados representam 8,2% do total de locais inspecionados. 

O número de checagens feitas pelo Exército, a Marinha e a Força Aérea Brasileira levam em conta apenas os imóveis comerciais e residenciais em que os militares conseguiram entrar. Se todas as portas estivessem abertas, a quantidade aumentaria para 951,8 mil, mas 16,1% estavam fechados.  

Mais de 55 mil militares foram usados em ações de combate ao mosquito e conscientização

Mais de 55 mil militares foram usados em ações de combate ao mosquito e conscientização

Os dados compreendem um período de quatro dias, intervalo qem que as Forças Armadas participaram junto com agentes de saúde em 290 municípios de todos os Estados do Brasil. Ao todo, 55.394 militares participaram das ações que também contaram com a aplicação de larvicidas. 

'Aedes aegypti' tem ciclo de vida de 30 a 40 dias; veja quanto vivem outros animais e insetos
Wiki commons
'Aedes aegypti'

O mosquito mais famoso no momento é o 'Aedes aegypti', transmissor de zika, dengue e chikungunya. As fêmeas duram de 30 a 40 dias, porque se alimentam com sangue, para procriar. O macho tem ciclo de vida em torno de 15 dias

São Paulo. No Estado paulista, as mulheres e homens das Forças Armadas estiveram em 59,7 mil imóveis e localizaram focos do inseto em 22% deles. Um dos locais que mais preocupa é a cidade de Guarulhos, na Região Metropolitana. No município, as equipes da Aeronáutica encontraram quatro pontos de reprodução do mosquito em cada casa inspecionada. 

Dicas para evitar o mosquito 'Aedes aegypti'
James Gathany/CDC/AP
'Aedes aegypti'

O mosquito 'Aedes aegypti' é transmissor do zika vírus, da dengue e da chikungunya; veja a seguir dicas para evitá-lo

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em SaúdeX