Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Ministro propõe vacinar toda a população contra febre amarela até o fim do ano

Atualmente, cerca de 20 milhões de pessoas no Nordeste e 10 milhões no Sudeste vivem em áreas onde não há recomendação de vacina

Lígia Formenti, O Estado de S.Paulo

22 Fevereiro 2018 | 10h56

BRASÍLIA - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, propôs nesta quinta-feira, 29, a representantes de secretários estaduais e municipais de saúde vacinar toda a população brasileira contra febre amarela até o fim do ano.

A área de recomendação de vacina contra a doença tem se expandido ao longo dos últimos anos, numa resposta à expansão da circulação do vírus que provoca a doença.

+++ Parque do Carmo é fechado e vacinação contra febre amarela é expandida para Aricanduva

Atualmente, cerca de 20 milhões de pessoas no Nordeste e 10 milhões no Sudeste vivem em áreas onde não há recomendação de vacina.

Na avaliação de Barros, seria possível atender a essa  demanda ainda neste ano. Isso porque a Fiocruz deverá entregar, este ano, 48 milhões de doses. Além disso, é esperado para o próximo semestre a entrada em funcionamento da fábrica da Libbs, numa produção em parceria com a Fiocruz. Isso seria suficiente para atender toda a demanda, incluindo a rotina. A proposta será discutida  entre Estados e municípios. A ideia também  foi apresentada na Organização Mundial da Saúde. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.