Mortalidade por tuberculose cai 35% desde 1990, segundo a OMS

Ainda assim, 1,7 milhão morreu no mundo em 2009; 380 mil eram mulheres, muitas jovens mães

Agência Brasil

11 Novembro 2010 | 15h26

BRASÍLIA - Relatório divulgado nesta quinta-feira, 11, pela Organização Mundial da Saúde (OMS) revela que a taxa de mortalidade por tuberculose caiu 35% em relação aos anos 1990.

 

Veja também:

link Mortes são evitáveis e exigem ação, diz OMS

Ainda assim, 1,7 milhão de pessoas em todo o mundo morreram no ano passado após terem sido infectadas. Desse total, 380 mil eram mulheres, muitas delas jovens mães.

O levantamento também aponta que, desde 1995, 41 milhões foram curados da doença e 6 milhões de vidas foram salvas. O sucesso no combate à tuberculose, segundo a OMS, é muito frágil.

 

O órgão cobrou maior compromisso dos governos e alertou que, dos 440 mil novos casos registrados por ano em todo o mundo, menos de 5% recebem tratamento adequado.

 

 

Mais conteúdo sobre:
tuberculose OMS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.