Divulgação
Divulgação

MPF abre inquérito para apurar dengue em 40 cidades do interior

Há suspeita de que, em muitos municípios, a omissão dos órgãos públicos facilitou o avanço da doença

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

25 Março 2015 | 16h19

SOROCABA - O Ministério Público Federal abriu inquérito para apurar se as medidas de prevenção e combate à dengue são adequadas em 40 municípios da região de Jales, no norte do Estado de São Paulo. De acordo com nota divulgada nesta quarta-feira, 25, os municípios deverão informar ao MPF quantos casos suspeitos e confirmados da doença foram registrados em 2014 e 2015 e o eventual número de mortes, além dos índices de infestação pelo mosquito transmissor.

O procedimento também investigará se o tratamento dado aos pacientes é correto e, ainda, quanto de recursos cada município investiu nesses dois anos em ações contra a dengue. Há suspeita de que, em muitas cidades, a omissão dos órgãos públicos facilitou o avanço da doença. A região está entre as de maior incidência da dengue no Estado. Um terço dos municípios da região já convive com a epidemia.

Para os procuradores da República Carlos Alberto dos Rios Júnior e José Rubens Plates, que estão à frente do inquérito, é fundamental que os poderes públicos adotem um controle contínuo, em caráter emergencial, para reduzir os criadouros e atender os enfermos. Até a tarde desta quarta-feira, 25, os municípios não tinham sido notificados sobre o inquérito do MPF.

Mais conteúdo sobre:
dengue MPF Jales São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.