1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

‘Não vale a pena correr risco’, diz médico sobre viagem a local com zika

- Atualizado: 08 Março 2016 | 21h 27

Segundo especialistas, orientação deveria estender-se a mulheres em idade fértil que tenham planos de engravidar em breve

Infectologistas apoiaram a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que grávidas não viajem para países com surto de zika. Segundo os especialistas, a orientação deveria até estender-se para mulheres em idade fértil que tenham planos de engravidar nos próximos meses. 

“Pelos poucos dados que temos até agora, a chance de uma mulher grávida infectada por zika ter um filho com microcefalia é de 30%, um índice muito alto. Não vale a pena correr esse risco. É melhor adiar a viagem”, afirma o médico Celso Granato, professor de infectologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Para Jean Gorinchteyn, infectologista do Instituto Emílio Ribas, o fato de a doença ser assintomática na maioria dos casos torna o quadro ainda mais perigoso. “Tanto para as grávidas quanto para quem pensa em engravidar. Pode haver a contaminação e a pessoa nem ficar sabendo. Se a mulher tem pressa em engravidar, é melhor não viajar para áreas endêmicas”, recomenda o médico.

Os especialistas reforçam que, para as grávidas que já vivem em áreas com surto de zika ou que não podem adiar a viagem, como em um caso de urgência profissional ou familiar, a recomendação é aplicar repelente e usar roupas que cubram a maior parte do corpo. “Não dá para garantir 100% que não haverá a picada do mosquito, mas, seguindo essas recomendações, você diminui muito o risco”, afirma Granato.

5 mitos sobre zika e microcefalia
AP Photo/Felipe Dana
Criança de 7 anos e idosos tem sequelas por zika? MITO

Áudios circularam em grupos de WhatsApp mencionando a possibilidade e a existência de crianças menores de 7 anos e idosos com sintomas neurológicos decorrentes do vírus zika. A Fiocruz esclarece que não há registro nem fundamentação científica. 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em SaúdeX