Nasa desiste de tentar contato com robô em Marte

Spirit não faz contato com a agência espacial há 14 meses

Reuters,

25 Maio 2011 | 11h13

CAPE CANAVERAL - A Agência Espacial norte-americana (Nasa) desistiu de esperar uma recuperação do robô Spirit em Marte, que acredita-se ter sido vítima do inverno rigoroso do planeta depois de sete anos de trabalho, disseram fontes oficiais da agência.

A agência faz o anúncio enquanto revê procedimentos de segurança depois de um acidente no Centro Espacial Kennedy envolvendo partes do novo robô da missão em Marte, que está programado para partir em novembro.

O robô Spirit e sua "irmã" Opportunity aterrissaram em Marte em 2004 para o que seria uma missão de três meses explorando lados opostos do planeta em busca de sinais de água.

Opportunity continua em boas condições, mas a Nasa perdeu contato por rádio com o Spirit há cerca de 14 meses. Equipes de controle esperavam que com o avanço da primavera marciana até o local onde estava o Spirit, o robô se recarregasse com a energia solar.

"Nós não acreditamos mais que exista uma probabilidade realista de contatar o Spirit", informou a Nasa por meio de comunicado. Uma última tentativa de contato seria feito nesta quarta-feira.

A Nasa disse que componentes críticos do robô provavelmente falharam por causa do frio extremos durante o inverso marciano. O robô explorou a região conhecida como Cratera Gusev.

A próxima missão, que partirá em novembro, tentará descobrir se o ambiente de Marte tem ou já teve a química necessária para suportar vida.

O robô deverá ser lançado entre 25 de novembro e 18 de dezembro, quando Terra e Marte estarão alinhados para a jornada de nove meses, ou a missão terá que ser adiada por dois anos.

Veja também:

blog Um passeio por Marte

link Página da missão do Spirit

link Robô Spirit completa sete anos em Marte, mas há pouco para comemorar

link Sonda dá dicas de viagem para robô em Marte 

mais imagens Últimas imagens do Spirit antes do inverto em Marte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.