Noroeste de SP tem 6ª morte pelo vírus H1N1

Uma mulher de 53 anos morreu após internação na Santa Casa de Votuporanga; a paciente tinha câncer e estava em tratamento

JOSÉ MARIA TOMAZELA, O ESTADO DE S. PAULO

18 Fevereiro 2016 | 21h22

Foi confirmada nesta quinta-feira, 18, a sexta morte causada pelo vírus H1N1 neste ano na região noroeste do Estado de São Paulo. A vítima, uma mulher de 53 anos, morava em General Salgado e morreu após internação na Santa Casa de Votuporanga. A paciente era portadora de câncer e estava em tratamento quando apresentou sintomas do vírus. Os familiares da vítima serão submetidos a exames.

Outro morador de General Salgado, um idoso de 93 anos, está internado numa clínica de São José do Rio Preto com complicações decorrentes do vírus. Anteontem, um homem também morreu em Mirassol em decorrência da infecção. 

Mais conteúdo sobre:
General Salgado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.