Novo vulcão pode surgir na Arábia Saudita, diz estudo

O governo saudita removeu 40.000 moradores da área afetada, no ano passado

REUTERS, REUTERS

27 Setembro 2010 | 18h40

Magma conseguiu chegar bem perto da superfície numa região remota do noroeste da Arábia Saudita, causando diversos pequenos terremotos e ameaçando formar um novo vulcão, disseram cientistas no domingo, 26.

 

Uma série de 3.000 tremores sacudiu a região de Harrat Lunayyir de maio a junho do ano passado, abrindo uma fenda de 8 km, de acordo com a equipe da US Geological Survey (USGS).

 

O governo saudita removeu 40.000 moradores na época, mas desde então permitiu que as pessoas voltassem para casa. Só que esses moradores devem se preparar para partir novamente se o solo voltar a tremer, informam os cientistas na revista Nature Geoscience.

 

"A descoberta indica que a região corre risco significativo de perigos geológicos", afirmou John Pallister, da USGS, e colegas da Universidade Rei Abdullah de Ciência e Tecnologia escrevem.

 

A área é conhecida por seus campos de lava, chamados harrat em árabe, e por pequenos cones vulcânicos e cinza vulcânica, chamada tefra.

 

Os cientistas escrevem que "os campos de harrat continuam ativos e potencialmente perigosos".

Mais conteúdo sobre:
geologia arábia saudita vulcão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.