OMS eleva nível de emergência da epidemia de gripe suína

Novo grau de alerta indica que está provado que a doença pode passar facilmente de uma pessoa para outra

da Redação,

27 Abril 2009 | 17h12

A Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu elevar o nível de alerta pandêmico da gripe suína para fase 4 (em uma escala que vai a  6), informam agências internacionais. Até esta segunda-feira, 27, o nível de alerta estava em 3. A fase 4 representa risco significativo de pandemia, ou epidemia em escala mundial, com a confirmação de que existe transmissão direta entre humanos. O nível seguinte, 5, define pandemia "iminente".

 

 

Veja também:

linkPeru detecta suspeita de gripe suína em voo vindo do México

linkBrasil não precisa se preocupar com gripe suína, diz Lula

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde

linkPaíses recomendam adiemento de viagem a áreas afetadas

linkMéxico suspende aulas em todo o país; mortes são 149

linkGripe suína registrada em cinco Estados dos Estados Unidos

linkEstado de emergência é 'precaução', diz Obama

especialEntenda a doença e saiba como ela é transmitida

especialVeja como é a ação do vírus H1N1

mais imagens Galeria: Gripe Suína

 

Até esta tarde, havia 149 mortes no México atribuídas à doença, entre quase 2 mil pacientes. Eram ainda 41 casos confirmados nos Estados Unidos, seis no Canadá e três no continente europeu - dois no Reino Unido e um na Espanha.

 

 

Além dos países com casos confirmados, há casos suspeitos em várias partes do mundo. A Alemanha investiga três pacientes que podem estar com o vírus causador da doença, o H1N1. Outros países que podem estar enfrentando casos da doença são Austrália, Nova Zelândia, Israel e Dinamarca. No Brasil, um casal que voltou de viagem de lua de mel ao México está em observação em Minas Gerais.

 

Em nota emitida no final da tarde desta segunda-feira, a OMS diz que a "situação está evoluindo rapidamente", mas que não vê necessidade na imposição de restrições a viagens, apenas sugerindo que pessoas doentes evitem viajar por algum tempo.

 

 

A OMS também afirma que não há risco no consumo de carne suína bem cozida, e que trabalhadores que manipulam carne  de porco crua devem lavar as mãos com cuidado, usando água e sabão.

 

 Entenda os níveis de alerta da OMS

 

 

Fase 1 - nenhum vírus que circula entre os animais causou infecção em humanos;

 

Fase 2 - um vírus que circula entre animais causou infecção em humanos, o que causa uma potencial ameaça pandêmica;

 

Fase 3 - casos esporádicos e pequenos focos da doença em humanos, mas que não têm suficiente capacidade de transmissão entre humanos;

 

Fase 4 - a transmissão entre humanos já é possível. Há um risco significativo de pandemia;

 

Fase 5 - o vírus se transmite de pessoa para pessoa em pelo menos dois países de uma região monitorada pela OMS. A pandemia é iminente;

 

Fase 6 - mostra que uma epidemia global está acontecendo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.