1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

OMS esclarece que vacinas recomendadas a gestantes são 'seguras'

- Atualizado: 16 Fevereiro 2016 | 19h 44

Comunicado foi feito após boatos sobre supostos casos de má-formação em bebês associados a imunizantes

Vacinas não causam problemas de saúde ao bebê 

Vacinas não causam problemas de saúde ao bebê 

Um comunicado da Organização Mundial de Saúde (OMS) esclarece que as vacinas recomendadas a gestantes pela entidade e oferecidas no Sistema Único de Saúde (SUS) do Brasil são "seguras e eficazes". 

A informação foi divulgada após boatos sobre supostos casos de grávidas que receberam doses de vacinas vencidas ou foram imunizadas contra a rubéola e tiveram bebês com má-formação na cabeça. De acordo com a OMS, imunizantes contra o tétano neonatal e contra a gripe podem ser aplicados em grávidas, sem problemas ao bebê.

A vacina contra rubéola, que não está no calendário das gestantes, tampouco traz consequências negativas para o feto, segundo a entidade. Mais de 70 milhões de doses do imunizante já foram aplicadas em mulheres em idade fértil no País.

A OMS e o governo federal reforçam a importância de a população seguir todo o calendário de vacinação.

5 mitos sobre zika e microcefalia
AP Photo/Felipe Dana
Criança de 7 anos e idosos tem sequelas por zika? MITO

Áudios circularam em grupos de WhatsApp mencionando a possibilidade e a existência de crianças menores de 7 anos e idosos com sintomas neurológicos decorrentes do vírus zika. A Fiocruz esclarece que não há registro nem fundamentação científica. 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em SaúdeX